20/05/2014 08h57 - Atualizado em 24/11/2016 14h18

Incaper apresenta minicurso sobre utilização do Geobases na 3ª Semana da Geologia da UVV

A Unidade Central de Gestão do Sistema Integrado de Bases Geoespaciais do Estado do Espiríto Santo (Geobases) ministrou um minicurso durante a 3ª Semana da Geologia da Universidade de Vila Velha (UVV). O minicurso, que ocorreu dia 15 de maio, teve como objetivo capacitar os participantes na utilização do Navegador Geográfico e Interfaces Geográficas do Geobases.

No momento do curso, cada participante contava com um microcomputador com acesso à plataforma online do Geobases. “Foram apresentadas as ferramentas de navegação (zoom, escala, consulta por região entre outras), de obtenção de informações (área, perímetro, coordenadas e outras), de apresentação das camadas de dados e edição de dados geoespaciais”, explicou o pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e analista de Geoprocessamento do Geobases que ministrou a atividade, Fernando Soares de Oliveira.

“Os principais benefícios que esse curso proporcionou aos alunos foi o conhecimento sobre o acesso a todas as bases geoespaciais produzidas pelo Governo do Estado do Espiríto Santo, integradas e disponibilizadas na plataforma online do Geobases. Elas poderão subsidiar seus projetos de pesquisa, monografias e teses”, explicou Fernando. Ele também falou que a plataforma poderá receber todas as informações geoespacias oriundas dessas pesquisas por meio de gerações de interfaces geográficas e de estruturações de camada de dados geoespaciais. “Além da utilização durante a fase acadêmica, os conhecimentos adquiridos também poderão ser úteis na atuação profissional. Reforça, também, a parceria entre instituições como a UVV e o Incaper, por meio do Geobases, o que contribui para educação e pesquisa no estado”, disse Fernando.

De acordo com o diretor Presidente do Incaper e secretário Executivo do Geobases, Maxwel Assis de Souza, esse Sistema, além de propiciar a agilização para o compartilhamento de dados geoespacias, dá condições para que os mais diversos usuários sejam autores de dados geográficos. “Este recurso é uma inovação sem precedentes na gestão pública capixaba e no apoio a estudo de vários temas de utilidade para a sociedade. O uso do Geobases está se propagando pelos mais variados órgãos e regiões do Estado e para o Incaper, que gerencia a Unidade Central de Gestão do Geobases, é muito gratificante presenciar o seu crescente uso por profissionais de Universidade e pelos futuros profissionais que hoje estão sendo por ela formados”, afirmou Maxwel.

Segundo a coordenadora do curso de Geologia da UVV, Maria Araguacy Rodrigues Simplício, o principal objetivo do curso foi apresentar a metodologia para os estudantes, para que auxiliem em seus trabalhos acadêmicos. “Essa ferramenta será importante para construção da interface de estudos geológicos, que terá como produto final o mapa geológico do Espírito Santo em escala de detalhe. Esse trabalho terá acesso público”, falou Maria Araguacy Rodrigues Simplício.

O minicurso foi aberto para a sociedade e compareceram estudantes da graduação e pós-graduação de geologia, professores da instituição, entre outras categorias. Foram capacitadas cerca de 50 pessoas.

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação – Incaper
Juliana Esteves - juliana.esteves@incaper.es.gov.br
Luciana Silvestre - luciana.silvestre@incaper.es.gov.br
Carla Einsfeld - assessoria.imprensa@incaper.es.gov.br
Texto: Luciana Silvestre
Tel.: (27) 3636-9868 e (27) 3636-9865
Twitter: @incaper
Facebook: Incaper

COVID-19 - ACOMPANHE A EVOLUÇÃO DO CORONA VÍRUS NO ES

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard
Google Analytics JS novo